Otros

Safra: com crescimento à vista, MT e MS já cultivaram 70% de suas lavouras de soja

O maior produtor de grãos do Brasil deve quebrar seu recorde nesta temporada. Com uma safra estimada para 63,52 milhões de toneladas, número 2,9% superior a 2017/2018, o Mato Grosso manterá a liderança nacional na colheita de grãos, segundo dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Esse desempenho é refletido na agilidade no plantio de soja, com 73,25% das lavouras já semeadas. Outro estado do Centro-Oeste que terá bons números é o Mato Grosso do Sul, que tem a expectativa de crescer até 14,8% sua produção graneleira, chegando a 18,8 milhões de toneladas.

“Temos notado um aumento na área plantada de soja nos dois estados. No Mato Grosso do Sul, teremos uma expansão de 5,5% para esse ciclo, enquanto que no Mato Grosso esse avanço vem sendo consolidado nos últimos cinco anos, com 6,6% de aumento nesse período”, avalia o gerente do Núcleo de Agronegócio Gazeta do Povo e coordenador da Expedição Safra, Giovani Ferreira.

Em sua 13ª edição, a Expedição Safra irá percorrer os dois estados do Centro-Oeste, passando pelas cidades de Naviraí, Dourados, Campo Grande e São Gabriel do Oeste no Mato Grosso do Sul, além de Rondonópolis, Cuiabá, Nova Mutum e Sorriso no Mato Grosso. Nesta primeira etapa, de acompanhamento do plantio, a equipe de técnicos e jornalistas da Expedição já esteve no Paraná, em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul e ainda irá percorrer São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, analisando a cadeia produtiva dos estados responsáveis por mais de 90% da safra de grãos brasileira. Soja

A safra de soja no Mato Grosso deve sofrer leve decréscimo (0,2%), estando estimada em 32,4 milhões de toneladas. Nos últimos cinco anos a produção dessa cultura cresceu 13,4%. “No ano passado tivemos problemas com veranicos, o que prejudicou o plantio aqui no estado. Agora temos um clima muito favorável, que somado a uma boa estrutura de maquinário dos produtores tem auxiliado nesses bons números”, explica o gestor técnico do Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária (Imea), Paulo Ozaki.

O Mato Grosso do Sul tem a expectativa de leve crescimento em sua produção de soja (de 9,6 milhões de toneladas para 10 milhões de toneladas), com alta estimada de 4,1%, segundo informações do Sistema de Informações Geográficas do Agronegócio (Siga-MS). O plantio da cultura no estado já atingiu 72%, número 12,3% superior ao ciclo passado. A safrinha de milho também deve fechar com acréscimo, com 8,7 milhões de toneladas, ante 6,3 milhões do ciclo anterior, acréscimo de 38,5%.

Comentarios

Más popular

Arriba