Conectate con nosotros

Otros

Campo magnético da Terra está de maneira imprevista

Publicado

en

Uma movimentação com características inesperadas no magnetismo da Terra está intrigando cientistas do mundo todo e fazendo com que os modelos existentes de descrição do campo magnético precisem ser atualizados.

Por causa de seu núcleo feito de metal líquido, a Terra funciona como um enorme ímã com pólos positivo e negativo. O campo magnético é a uma “camada” de forças ao redor do planeta entre esses dois pólos.

Conhecida como magnetosfera, essa grande camada é extremamente importante para a vida terrestre.

“É o campo magnético que nos protege das partículas que vêm de fora, especialmente do vento solar (que pode ser muito nocivo)”, explica o geólogo Ricardo Ferreira Trindade, pesquisador do Instituto de Astronomia e Geofísica da Universidade de São Paulo (USP).

A maior parte do campo magnético é gerada pela movimentação dos metais líquidos que compõem o centro do planeta. Conforme o fluxo varia, o campo se modifica.

A questão, segundo Trindade, é que nos últimos dez anos ele tem “variado numa velocidade muito maior do que variava antigamente”.

O pólo norte muda magnético constantemente de posição, mas sempre dentro de um limite. Embora a direção dessas mudanças seja imprevisível, a velocidade costumava ser constante.

No entanto, nos últimos anos o norte magnético está se movendo do Canadá para a Sibéria em uma velocidade muito maior do que a projetada pelos cientistas.

Modelo de campo

A mudança está forçando os especialistas em geomagnetismo a atualizarem o Modelo Magnético Mundial, espécie de mapa que descreve o campo magnético no espaço e no tempo.

“Ele é criado a partir de um conjunto de observações feitas no mundo inteiro ao longo de 5 anos, a partir dos quais se monta um modelo global que muda no tempo e no espaço, mostrando a variabilidade do campo”, explica Trindade. “É uma espécie de mapa 4D.”

O modelo é importante porque é a base para centenas de tecnologias de navegação modernas – dos controles de rotas de navios ao Google Maps.

“Ele é fundamental para geolocalização e até para o posicionamento de satélites”, afirma o geólogo.

Foto de bússula sobre mapa
Image captionA bússola aponta para o norte magnético, que se movimenta bastante e é próximo – mas não coincidente – com o pólo norte geográfico

A versão mais recente do modelo foi feita em 2015 e deveria durar até 2020, mas a velocidade com o que a magnetosfera tem mudado está forçando os cientistas a atualizarem o modelo antes do previsto.

Além da mudança do pólo, um pulso eletromagnético detectado sob a América do Sul em 2016 gerou uma mudança logo após a atualização do modelo em 2015.

As muitas mudanças imprevistas têm aumentando o número de erros no modelo atual o tempo todo.

Segundo a Nature, pesquisadores do Noaa (centro de administração oceânica e atmosférica), nos EUA, e do Centro de Pesquisa Geológica Britânica perceberam que o modelo estava tão defasado que estava quase excedendo o limite aceitável – e prestes a gerar possíveis erros de navegação.

A nova atualização deverá sair dia 30 de janeiro de 2019, segundo a Nature, uma das revistas científicas mais prestigiadas do mundo.

Segurança espacial

O modelo é essencial também para a segurança espacial.

Como distribuição do campo não é homogênea, onde ele é mais fraco, a proteção que oferece é menor – isso faz que com que essas regiões, principalmente a altíssimas altitudes, sejam um pouco mais vulneráveis a ventos solares.

Ilustração de campo magnético da Terra
Image captionO modelo de campo magnético usado pelos cientistas é base dos sistemas de navegação e importante para posicionamento de satélites

“Temos regiões onde ele é maior e outras onde o campo magnético muito baixo. Aqui (na América do Sul) temos uma anomalia grande que faz o campo magnético ser de baixa intensidade”, explica Ernesto.

“Equipamentos atmosféricos, satélites e telescópios, principalmente, têm maior probabilidade de sofrerem danos se estiverem sobre essas regiões”, explica.

As causas

Os cientistas estão trabalhando para entender por que o campo magnético está se modificando com tanta velocidade.

“O campo é todo variável e muito imprevisível”, afirma a geóloga Marcia Ernesto, também pesquisadora do Instituto de Astronomia e Geofísica da Universidade de São Paulo (USP).

A movimentação do pólo norte pode estar ligada um jato de ferro líquido se mexendo sob a superfície da crosta terrestre na região sob o Canadá, segundo um estudo de pesquisadores da Universidade de Leeds publicado na Nature Geoscience em 2017.

Segundo Philip W. Livermore, um dos autores do estudo, esse jato poderia estar enfraquecendo o campo magnético no Canadá, enquanto o da Sibéria se mantém forte, o que estaria “puxando” o norte magnético em direção à Rússia.

O campo é tão variável que o pólo norte e o pólo sul magnéticos já se inverteram muitas vezes desde a formação do planeta.

A sua atual configuração é a mesma há 700 mil anos, mas pode começar a se inverter a qualquer momento. Segundo Ernesto, essa inversão demoraria cerca de mil anos.

“Pode ser que (a aceleração nas mudanças no campo) signifique que ele está caminhando para uma inversão, mas não é certeza. Pode ser que seja apenas uma aceleração momentânea”, diz Márcia Ernesto.Fonte: BBC Brasil

Sigue leyendo
Anuncio
Comentarios

Otros

Em dia de alta da Bolsa, dólar também sobe e fecha cotado a R$ 3,86

Publicado

en

O dólar comercial encerrou a terça-feira (26) em alta de 0,24%, negociado a R$ 3,86, em um dia no qual a Bolsa de Valores brasileira registrou a maior alta em duas semanas –fechando o dia a 95.306,82 pontos, ou 1,76% acima do dia anterior.


O noticiário político voltou a chamar a atenção dos investidores, preocupados principalmente com o avanço das negociações sobre a reforma da previdência. Nesta terça, o ministro Paulo Guedes (Economia) cancelou sua participação em audiência pública da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, onde debateria detalhes do texto.

A desistência foi resultado de movimentos da oposição, que prometiam fazer questionamentos sobre outros temas ou apenas realizar discursos contrários à gestão de Jair Bolsonaro. Mesmo com técnicos do ministério indo ao Congresso, a reunião acabou cancelada. Guedes será convidado a comparecer novamente à Câmara em 3 de abril e, caso desista, será convocado, o que obrigará sua presença.

O temor quanto a reforma está na impressão de que há problemas na articulação do governo com o Congresso, o que pode dificultar outras medidas econômicas aguardadas.

O Banco Central vendeu 14,5 mil contratos de swaps cambiais, equivalentes a vendas futuras de dólares, rolando até aqui US$ 10,8 bilhões de estoques que vencem em abril.

Na Bolsa, notícias sobre a possibilidade de a Natura comprar a Avon elevaram as ações da empresa brasileira em quase 10%.

Sigue leyendo

Otros

Brasil analiza cómo acabar con el cigarrillo paraguayo de contrabando

Publicado

en

Los cigarrilleros paraguayos podrían tener sus días contados si tiene éxito una nueva iniciativa del gobierno brasileño para combatir el vicio de contrabando que entra masivamente desde nuestro país.

El ministro de seguridad pública del vecino país, Sergio Moro, creó un grupo de trabajo al que dio tres meses de plazo para analizar una rebaja de impuestos para el cigarrillo producido en Brasil, como una estrategia para acabar con la entrada ilegal del producto.

El anuncio se produjo un día después de que se publicara un estudio de IBOPE, según el cual el 82% de los cigarrillos que circulan en el Mato Grosso do Sul son irregulares y no tienen el registro de la Agencia Nacional de Vigilancia Sanitaria (ANVISA).

El objetivo es “disminuir el consumo de cigarrillos extranjeros de baja calidad, y el contrabando y los riesgos de salud que ocasionan”, afirmó el ministro Moro en el portal oficial del Diario Oficial de la Unión. Por ese motivo, añade, es necesario abrir una competencia de mercado con el producto legalizado.

El relatorio que surja del estudio será sometido a consideración del gobierno de Jair Bolsonaro. Integrarán la comisión representantes de la Policía Federal, la Secretaría Nacional del Consumidor, Asesoría Especial de Asuntos Legislativos, además de los ministros de Salud y Economía.

El documento completo en su versión original en portugués de lo resuelto sobre el tema del cigarrillo por el ministro Moro puede leerse presionando AQUÍ.

EXTRA

Sigue leyendo

Otros

Las lluvias trajeron estabilidad y frenan la baja de la hacienda gorda

Publicado

en

Tal como estaba previsto, el clima fue protagonista nuevamente y las abundantes lluvias anegaron varias zonas ganaderas de Paraguay, desde donde no fue posible cargar los ganados con destino a faena.

De todas formas, la escasez de materia prima para faena inmediata no empujó los valores de la hacienda al alza. Los precios se mantuvieron estables en US$ 2,85 para el kilo carcasa de novillo Hilton, US$ 2,75 para el común y US$ 2,60 para la vaca gorda, según informó a Faxcarne un comprador de hacienda guaraní.

La fuente añadió que tampoco se prevé un fortalecimiento de los precios en el corto plazo porque la faena kosher tiene prácticamente ya resuelta su actividad antes del nuevo receso previsto a partir de la primera semana de abril.

Fuente: Faxcarne

Sigue leyendo

Más popular