Conectate con nosotros

Notas

Argentina, Brasil e Paraguai voltaram a discutir a criação da «Rota do Milho»

Publicado

en

saltodelguairaaldia.com Portal de Noticias de Salto del Guairá

Na semana passada, na cidade de Chapecó (SC), representantes do Paraguai, Argentina e Brasil protagonizaram um amplo debate sobre um projeto para se criar uma «Rota do Milho», pela qual o mercado brasileiro pretende importar um importante volume do cereal proveniente do Paraguai. O tema principal foi a análise das oportunidades de complemento socioeconômico entre os países da região, conforme informou a Associação Brasileira dos Produtores de Milho (Abramilho).

A região de Santa Catarina busca por melhores oportunidades para importar este milho e utilizá-lo para a produção de proteína animal do estado, já que os custos para trazer o cereal de outras regiões brasileiras é alto. A intenção é que o milho saia do Paraguai, siga para a Argentina e chegue até Dionísio Cerqueira (SC). O custo do frete poderia ser 70% menor por essa rota, de acordo com os brasileiros.

A Secretaria de Agricultura e Pesca do estado de Santa Catarina informa que a produção total de milho é de 3,2 milhões de toneladas, mas o consumo do estado está em 6,2 milhões de toneladas.

Produção de milho no Paraguai

O volume de colheita de milho teve um crescimento de 12,5% na safra 2016/17 e chegou a 4,5 milhões de toneladas, segundo as estatísticas da Câmara Paraguaia de Exportadores e Comercializadores de Cereais e Oleaginosas (Capeco).

O aumento na produção está relacionado diretamente com o aumento de área, que ajudou a compensar a perda de produtividade por hectare.

Em 2016/17, a área foi de 1.009.226 hectares, frente a 838.768 hectares do ano anterior.

Tradução: Izadora Pimenta

Fonte: La Nación Paraguai

Sigue leyendo
Anuncio

Tendencias