Conectate con nosotros

Internacionales

CURITIBA PODE RETORNAR AO LOCKDOWN ESTA SEMANA

Publicado

en

Huçulak afirma que as medidas mais restritivas adotadas na semana passada, em bandeira laranja, não foram suficientes para redução dos índices da covid-19 na capital. A preocupação é novo colapso no sistema de saúde.

“Tudo aponta. A gente tem uma reunião, mas com o dado até hoje, que me mostraram, nós estamos ali. Nós tentávamos com esse esforço segurar um pouco isso. A gente está assim, para o vermelho é uma viradinha. Não vejo muita saída. Não estou vendo muita perspectiva”, afirmou a secretária durante a entrevista.

Huçulak afirma que a medida tomada por Curitiba na semana passada não foi efetiva para redução dos índices porque os municípios da RMC não seguiram o mesmo princípio. Muitos comércios permaneceram abertos no fim de semana.

Curitiba, do contrário, determinou o fechamento de tudo no fim de semana, á exceção dos serviços estritamente essenciais. Houve até o questionamento do setor supermercadista, que tentou na justiça abrir as portas nos sábados e domingos, alegando que haveria aglomeração nas lojas nas quintas e sextas. Mas e prefeitura conseguiu derrubar a liminar que autorizava os mercados abrirem apenas aos sábados.

Muita gente também não colaborou com as medidas restritivas e gerou diversos pontos de aglomeração em várias cidades do Paraná. Na capital, por exemplo, só em um dos pontos fiscalizados pela Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu), no Centro Cívico, mais de 500 pessoas foram dispersadas do local.

Leitos

No boletim divulgado pela prefeitura de Curitiba nesta segunda-feira (24), a capital atingiu 100% de ocupação dos leitos de enfermarias. Já os de UTI estavam com 96% lotados.

Outro fator que preocupa a secretária e que pode levar à decisão do lockdown é a taxa de transmissão do coronavírus, que está muito alta na capital. Nesta segunda-feira, estava em 1,2, ou seja, cada 100 pessoas transmitem o vírus a outras 120 pessoas, o que é considerado um índice de transmissão muito alto. Curitiba já atinge mais de 208.000 casos de coronavírus e 5.249 mortes. RIC

Sigue leyendo
Anuncio

Tendencias