Otros

Empresa japonesa de TI pagará parte dos salários em bitcoins

Primeiro pagamento será em fevereiro. No Japão, os funcionários da empresa poderão receber até 100.000 ienes (890 dólares) de seu salário em bitcoins
Por AFP
Preço do bitcoin disparou este ano, saindo de uma cotação de 1.000 dólares em janeiro até os 17.000 dólares alcançados esta semana (David Gray/Reuters)

A empresa japonesa GMO Internet anunciou que pagará parte dos salários de seus empregados em bitcoins, como uma forma de conhecer melhor o funcionamento dessa moeda virtual – disse um porta-voz da empresa nesta sexta-feira (15).
PUBLICIDADE.
AHORRA EN SALTO DEL GUAIRA.

O primeiro pagamento será em fevereiro. No Japão, os funcionários da empresa poderão receber até 100.000 ienes (890 dólares) de seu salário em bitcoins.

“Os empregados podem receber salário em bitcoin, se quiserem”, disse Harumi Ishii à AFP.

“Esperamos melhorar nossa compreensão da moeda virtual, usando-a”, explicou.

Essa oferta estará disponível para seus cerca de 4.000 funcionários do grupo no Japão, detalhou a representante da empresa, que iniciou as operações de troca de bitcoins em maio passado.

No mês que vem, une-se aos “mineiros” do bitcoin, o que lhe dará direito a receber mais moedas virtuais em troca de mudar a segurança da rede que sustenta esse ativo.

O preço do bitcoin disparou este ano, saindo de uma cotação de 1.000 dólares em janeiro até os 17.000 dólares alcançados esta semana.

A GMO Internet opera vários negócios on-line, incluindo gestão de páginas, publicidade e serviços financeiros.

PUBLICIDAD:

Comentarios

Más popular

Arriba